Geral

Cresce procura de jovens por planos de assistência funeral

No RN, Morada da Paz registra que 14,5% dos titulares de plano funerário são jovens com até 25 anos

Quando chega a hora da partida de um ente querido, os familiares precisam lidar com uma série de providências que envolvem o velório e sepultamento ou cremação, além de desembolsar uma certa quantia para pagar os serviços funerários. Para otimizar este processo, entram em cena os planos de assistência funeral para quem busca se planejar e não quer ser pego de surpresa na hora do falecimento de uma pessoa querida. Engana-se quem pensa que esse planejamento é feito apenas por pessoas maduras. O mercado tem observado o crescimento da procura de jovens pelo serviço.

É o caso da vendedora Aline Vitória Mendes, potiguar de 21 anos, que recentemente adquiriu um dos planos oferecidos pela assistência funeral Morada da Paz Essencial, pensando em facilitar a vida dos seus familiares em um momento de falecimento. “Algo que me motivou bastante foi ter a garantia de que, caso aconteça algo, minha família não vai ter complicações na hora lidar com os trâmites funerários”, explica.

Morrer envolve custos. Um funeral básico custa em média R$ 2.400, sem levar em consideração as despesas com o sepultamento ou cremação. Diante disso, um planejamento financeiro se faz necessário para muitas famílias. “O planejamento é uma maneira de cuidar daqueles que amamos. Mesmo quando não estamos mais presentes, é uma forma de aliviar encargos emocionais e financeiros para os familiares. Um gesto de expressar amor e cuidado além da vida, proporcionando segurança e tranquilidade para aqueles que são mais importantes para nós”, destaca o gerente comercial do Grupo Morada, Jarlyson Rocha.

De acordo com ele, 14,5% das vidas cobertas pelo Morada da Paz Essencial, no RN, se enquadram no perfil de pessoas jovens, de 18 a 25 anos. No entanto, os clientes que mais procuram o plano ainda estão na faixa etária entre 40 a 69 anos. “O aumento nas vendas de planos funerários para jovens é atribuído a uma abordagem inovadora e sensível que adotamos. Destacamos a importância do planejamento financeiro desde cedo, oferecemos opções flexíveis e personalizadas, e adotamos uma comunicação eficaz que reflete com a realidade dos jovens”, afirma.

“O período pandêmico também contribuiu para essa conscientização do planejamento, a crise ressaltou a fragilidade da vida e incentivou a reflexão sobre o futuro, levando a uma maior consideração do planejamento. Inclusive para assuntos funerários, como parte de uma abordagem mais ampla de preparo para eventualidades”, revela Rocha.

Mesmo não pensando ainda em como será o seu funeral, Aline acredita que fez um investimento correto, no momento certo. “Todos nós podemos morrer a qualquer momento, então nessa hora tão delicada, a última coisa que eu desejo é que minha família se preocupe com qualquer burocracia. Da mesma eu não desejo passar por isso caso perca alguém da minha família, por isso todos que moram comigo são meus dependentes no plano”, afirma a jovem.

Ao verem jovens contratando um plano funerário e se preparando para o momento da partida de um ente querido, muitas pessoas ficam assustadas e podem fazer julgamentos e críticas. “Ao contrário do que possamos imaginar, planejar nosso velório, definir em que urna desejamos ser velados, o tipo de ornamentação, se desejamos ser cremados ou sepultados e tudo que envolvem as decisões de fim de vida pode ser sinônimo de qualidade de vida e qualidade de morte. Para muitos, a garantia de que estamos partindo sem gerar pendências aos nossos parentes e amigos proporciona uma sensação de alívio e paz em nosso processo de morrer”, afirma a psicóloga especialista em luto do Morada da Paz, Simône Lira.

Segundo ela, os jovens também devem se preocupar e se “preparar” para a morte. “Quando pensamos em nossa morte e os desejos para esse momento, estamos honrando cada instante de nossa existência e atuando ativamente em nossa história biográfica até os últimos instantes de nossa ‘escrita’”, expressa a profissional.

A psicóloga diz que falar de morte é assunto para todas as idades, de forma adequada e cuidadosa, assim como falamos de nascimento e vida. “Acontece que em nossa cultura tentamos camuflar que existir enquanto ser vivo nos coloca em condição de finitude. Pessoas mais jovens não encontram espaço para falar sobre o tema como se a morte fosse algo tão contagioso que falar sobre ela a atrai para perto de nós. Talvez esqueçamos de que ela é a nossa fiel companheira desde o nosso nascimento, essa é a nossa condição de ser vivo e não uma escolha”, finaliza.


Cresce procura de jovens por planos de assistência funeral Read More »

Natal vai receber reunião temática do G-20

Capital potiguar vai receber encontro do Grupo de Trabalho Anticorrupção entre os dias 22 e 24 de outubro; “Grupo dos 20” é o principal fórum de cooperação econômica internacional

Entre os dias 22 e 24 de outubro, Natal será palco de uma reunião do Grupo de Trabalho Anticorrupção. A capital potiguar foi confirmada, na quarta-feira (10), como uma das cidades no país para reuniões temáticas do G20. O convite foi feito após articulação da governadora Fátima Bezerra junto à Casa Civil da Presidência da República e ao Itamaraty. O “Grupo dos 20” é o principal fórum de cooperação econômica internacional, que será presidido pelo Brasil até 30 de novembro deste ano.

O grupo pretende formular princípios e padrões anticorrupção para fortalecer a implementação dos principais instrumentos internacionais, incluindo a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção. “Sediar esse respeitável evento internacional representa um marco na história do Rio Grande do Norte, que terá a oportunidade de participar ativamente das formulações dos princípios e padrões éticos que direcionarão as próximas fases da Governança Pública”, comemorou a governadora Fátima Bezerra.

*Foto da governdora: Assecom /Arquivo / Elisa Elsie

Natal vai receber reunião temática do G-20 Read More »

Governo do RN e BNDES firmam acordo de cooperação para o Porto Indústria Verde

Audiência entre a governadora Fátima Bezerra e o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante foi realizada nesta quinta (11) no Rio de Janeiro

O Governo do RN e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, firmaram na manhã desta quinta-feira (11), um acordo de cooperação para que o banco federal atue na contratação e elaboração dos estudos complementares para o Projeto do Porto-Indústria Verde, que será implantado no município de Caiçara do Norte, litoral Norte do estado.

O acordo foi celebrado pela governadora Fátima Bezerra e o presidente BNDES, Aloizio Mercadante, na sede do banco federal, localizada no Rio de Janeiro, como parte de um cronograma de atividades e projeção econômico-financeira, visando a melhoria da infraestrutura estadual, além da implementação de parcerias público-privada para o Rio Grande do Norte.

Na pactuação está contemplado também o estudo para a construção da estrada da Pipa, principal via de acesso para chegar à Praia da Pipa, a RN-003, que se conecta também à BR-101, considerada uma importante via para o desenvolvimento e turismo potiguar.

Foto: André Telles/BNDES

Governo do RN e BNDES firmam acordo de cooperação para o Porto Indústria Verde Read More »

Como votou o RN na prisão do acusado de mandar matar Marielle

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, por 277 votos a 129 e oito abstenções, a manutenção da prisão do deputado Chiquinho Brasão (sem partido), apontado como um dos mandantes do assassinato da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista Anderson Gomes.

Aqui no Rio Grande do Norte, votaram a favor de manter o parlamentar no xilindró: Benes Leocádio (União Brasil), Fernando Mineiro (PT), Natália Bonavides (PT) e Robinson Faria (PL). Este último divergiu da orientação de seu partido, onde quase todos votaram a favor.

Votaram pela soltura os bolsonaristas Generão Girão (PL), Sargento Gonçalves (PL) e Paulinho Freire (União Brasil).

O deputado João Maia (Progressistas) se absteve.

Fonte: Blog Saulo Vale

Como votou o RN na prisão do acusado de mandar matar Marielle Read More »

No Senado, Zenaide lança Cartilha da Vereadora por direitos da mulher

Procuradora Especial da Mulher no Senado Federal, a senadora Zenaide Maia (PSD-RN) lançou, nesta terça-feira (09), a Cartilha da Vereadora, uma publicação gratuita produzida pelo Programa Interlegis, interface do Senado com as casas legislativas estaduais e municipais.

O material inédito estimula câmaras municipais a criarem estruturas voltadas à defesa dos direitos da mulher, ao combate à violência de gênero e à busca da equidade entre homens e mulheres na política. Cinco vereadoras, representando as regiões do país, receberam exemplares da Cartilha para levarem aos seus estados.

Clique aqui e baixe a cartilha! https://www12.senado.leg.br/interlegis/cartilha-digital.pdf

“Neste gesto de oferecer a Cartilha da Vereadora, estendo a minha mão às mulheres parlamentares. Recebam o apoio do Senado Federal e da Procuradoria Especial da Mulher para realizar sua missão na câmara municipal. Saibam que estamos unidas. Esta cartilha tem informações sobre os canais de combate à violência contra a mulher, sobre os sistemas de proteção, bem como apresenta informações técnicas para a elaboração de projetos de lei e para a criação de órgãos de papel essencial à estrutura da Câmara Municipal, a exemplo do Observatório da Violência, da Corregedoria, da Procuradoria Especial da Mulher e do Comitê de Equidade. Sintam-se parte de uma rede dedicada a apoiar a ação da mulher na política”, afirmou Zenaide.

Combate à violência

Segundo a Procuradoria da Mulher no Senado, até maio de 2023 somente 690 das 5.568 casas legislativas municipais – ou seja, 12% do total nacional – contavam com uma Procuradoria da Mulher instalada. Já na esfera estadual, o órgão funciona em 22 das 27 unidades federativas, e outros três estados analisam sua instalação.

Diante dessa realidade, a Cartilha da Vereadora incentiva as atuais e futuras parlamentares municipais com orientações na busca por espaços de representação na câmara, além de incentivá-las a inaugurar órgãos com a prerrogativa de defender direitos da população feminina e combater crimes e injustiças. Além disso, a publicação estimula ações coordenadas e articulações necessárias com outros órgãos, como o Ministério Público e as polícias locais.

Conforme Zenaide, une as parlamentares de diversos matizes ideológicos o anseio de acelerar os processos de transformação social, de forma a conferir a igualdade de representação que as mulheres merecem e a permitir o exercício, com igualdade, da liderança feminina nas comissões e nas mesas diretoras. Para a parlamentar potiguar, ampliar o espaço na política exige estabelecer estreita cooperação entre as mulheres, além de diálogo com o homens.

“Nós, brasileiras de todos os cantos deste país, nos conectamos em, pelo menos, uma meta central: a participação da mulher na política. Precisamos cooperar para impedir que nossa fala seja interrompida quando defendemos uma ideia. Precisamos cooperar para que a atuação da parlamentar seja valorizada e jamais questionada pelo simples fato de ser a prática de uma mulher. Todas essas questões devem ser fiscalizadas com rigor, cabendo a cada uma de nós zelar pelo sistema de proteção e denúncia contra qualquer ato de violência ou desrespeito às mulheres” enfatizou a senadora.

Representatividade

Zenaide considera que a cartilha funciona como um manual fundamental para a criação de espaços de representação. Nesse sentido, a iniciativa tem o objetivo de oferecer informações didáticas e enxutas, listando boas práticas legislativas e de promoção da igualdade de gênero visando ao aumento do quadro de representatividade da mulher nos legislativos municipais.

“Além disso, indicação de portais, treinamentos e canais para obter a assistência do Senado Federal, estão devidamente tratados na cartilha. Tenho a tranquilidade para dizer que as instruções nela inseridas poderão fortalecer o nosso contato e o mandato parlamentar das vereadoras de todo o Brasil”, frisou a parlamentar.

No Senado, Zenaide lança Cartilha da Vereadora por direitos da mulher Read More »

Zurich Airport Brasil apresenta novo gestor do Aeroporto Internacional de Natal

O novo gestor do Natal Airport, Rodrigo Abreu, é engenheiro, mestre em Engenharia de Produção (UFF), com MBA em Marketing (FGV). Abreu, como prefere ser chamado, atuou como diretor geral do Aeroporto Internacional de Cabo Frio, antes de chegar à Zurich Airport Brasil, em março deste ano, especialmente para assumir a gestão do Aeroporto Internacional de Natal Aluízio Alves.

Com mais de 15 anos de carreira no setor de energia, petróleo e logística, Abreu ocupou posições executivas em Operações, Comercial, Marketing Estratégico e Projetos em diferentes empresas do setor. Trabalhou na Itália, Reino Unido e América Latina, em empresas como Cameron, General Electric e Prysmian.

Na Zurich Airport Brasil, será responsável pela Operação do aeroporto e também representará a empresa nas interlocuções com parceiros estratégicos do Rio Grande do Norte. “O Aeroporto de Natal tem uma ótima infraestrutura, com uma excelente equipe e agora está sendo gerenciado por uma empresa que busca os mais eficientes, sustentáveis e surpreendentes aeroportos do Brasil, certamente posso me sentir um privilegiado em ter esse desafio na mãos”, pontuou o novo gestor.

Do Rio de Janeiro, Abreu também é professor convidado do curso de MBA da Fundação Getúlio Vargas, nas áreas de estratégia, jogos de negócios, marketing e gestão de serviços.

Nova fase Natal Airport

No dia 19 de fevereiro de 2024, a Zurich Airport Brasil passou a operar o Aeroporto Internacional de Natal, o primeiro aeródromo a participar de uma relicitação no Brasil. A nova concessionária detém 100% do aeroporto – que atualmente tem capacidade para até 6,5 milhões de passageiros por ano – e irá operá-lo até 2054. A Zurich Airport ganhou a concessão em 19 de maio de 2023, com o lance de R$ 320 milhões, valor já pago pelo grupo suíço.

Zurich Airport Brasil apresenta novo gestor do Aeroporto Internacional de Natal Read More »

Governos do Nordeste apresentam propostas de renegociação de dívidas com a União

Governadora Fátima Bezerra, presidente do Consórcio Nordeste, liderou reunião com os ministros Fernando Haddad e Rui Costa

Os governadores do Nordeste participaram nesta quarta-feira (03), em Brasília, de uma audiência com os ministros Fernando Haddad e Rui Costa. O encontro, liderado pela presidente do Consórcio Nordeste, a governadora Fátima Bezerra, teve como objetivo principal discutir a renegociação das dívidas dos estados nordestinos com a União.

Segundo Fátima Bezerra, diante da difícil situação fiscal enfrentada pelos estados do Nordeste, os governadores reforçaram a necessidade de o governo federal garantir formas de beneficiar o fluxo de caixa dos estados menos endividados.

“O Consórcio Nordeste apela ao Governo Federal por um modelo de assistência que assegure alívio financeiro a todos os estados da federação. Reconhecemos que a reconstrução do país passa pela superação das desigualdades sociais e regionais, garantindo as condições para que os estados do Nordeste possam investir e fortalecer suas políticas públicas”, disse a governadora.

Durante a reunião, os governadores apresentaram propostas ao ministro Fernando Haddad. A primeira é a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição, a PEC 51/2019, que pretende harmonizar o pagamento dos Fundos de Participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM).

Com relação ao tema, a governadora Fátima Bezerra explica que os gestores nordestinos propõem uma mudança na redistribuição dos recursos — provenientes da arrecadação dos impostos sobre renda e sobre produtos industrializados —, destinando uma parcela maior aos estados menos desenvolvidos. “Isso proporciona um alívio significativo ao caixa dos governos estaduais”, explica.

Além disso, os governadores sugerem alterações no sistema de precatórios e parcelamento previdenciário. A solicitação é a inclusão dos estados na reestruturação dos parcelamentos e, além disso, a instituição de um limite no pagamento dos precatórios, que passaria a ser de 0,5% das Receitas Correntes Líquidas estaduais.

Por fim, os gestores pedem maior prazo para a quitação dos valores devidos ao governo federal. “O alongamento das dívidas dos estados visa reduzir os impactos negativos sobre os investimentos dos governos dos Nordestes”, justifica Fátima Bezerra.

Além de Fátima Bezerra, o encontro teve a presença dos governadores da Bahia, Jerônimo Rodrigues; do Maranhão, Carlos Brandão; de Pernambuco, Raquel Lyra; do Ceará, Elmano de Freitas; da Paraíba, João Azevedo; do Piauí, Rafael Fonteles; de Alagoas, Paulo Dantas; e de Sergipe, Fábio Mitidieri, além de alguns secretários de Fazenda dos Estados.

Fotos: Juliio Dutra

Governos do Nordeste apresentam propostas de renegociação de dívidas com a União Read More »

Senadora Zenaide faz entrega de veículos em Natal e Canguaretama

A senadora Zenaide Maia participou, na tarde desta sexta-feira (22), da solenidade de entrega de dois veículos, tipo Spin, para a Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social – SEMTAS do município de Canguaretama.

Os carros foram entregues ao Secretário Municipal do Trabalho e Assistência Social, Pastor Tarcísio, juntamente com o prefeito Wilsinho Ribeiro, na sede da secretaria. Os automóveis foram adquiridos por meio de uma emenda parlamentar da senadora Zenaide Maia, no valor de R$ 310.000,00.
O prefeito Wilsinho Ribeiro também fez questão de agradecer a atenção dada ao município na destinação de recursos.

“Quero aqui agradecer a senadora, que vem colocando vários recursos em diversas áreas do nosso município, inclusive para o distrito industrial, que irá gerar centenas de empregos para nossa comunidade. Agradecer também as emendas para custeio da Saúde”, declarou o prefeito.
“O veículo não é apenas um meio de transporte, mas uma ferramenta essencial para levar assistência a quem mais precisa, consolidando assim o impacto positivo dessa colaboração. É grande a minha alegria em poder estar hoje entregando transportes para assistência social.

Desde 2018 que eu venho destinando emendas para este município. Já são mais de 10 milhões em emendas parlamentares do meu mandato”, reforçou Zenaide.
Além da entrega dos veículos, a parlamentar visitou a construção da Unidade Básica de Saúde, do bairro Projeto Crescer, que é fruto de uma emenda no valor de R$ 960.000,00. A obra em breve será entregue a população.

Na ocasião, estiveram presentes, a vice-prefeita e secretaria de Educação, Fátima Moreira, os vereadores: Venicius Raniere (presidente da Câmara), Juan, Elvis de Dal, Fábio do Gelo e a vereadora Marta, além da primeira dama Renata, dos secretários municipais e população.
Pela manhã em Natal, a parlamentar participou da cerimônia de entrega de dois carros para o Serviço de Assistência Rural e Urbana (SAR), fruto de uma emenda no valor de R$ 400 mil reais. “Parabenizo o presidente e Arcebispo Emérito, Dom Jaime Vieira Rocha, o coordenador Márcio, e ao prefeito de Natal, Álvaro Dias pela efetivação deste recurso tão importante”, declarou Zenaide.

Senadora Zenaide faz entrega de veículos em Natal e Canguaretama Read More »

Com voto de Zenaide, Congresso aprova lei que regulamenta a musicoterapia

Com voto favorável da senadora Zenaide Maia (PSD-RN), o Senado aprovou, nesta terça-feira (19), o projeto (PL 6.379/2019) que regulamenta a atividade dos musicoterapeutas. A proposta já havia passado pela Câmara dos Deputados e será enviada para a sanção da Presidência da República.

Médica e militante das causas da saúde e das pessoas com deficiência, a parlamentar potiguar comemora a nova legislação e ressalta os benefícios da terapia com música.

“A musicoterapia, praticada há muito tempo, tem influência significativa na melhora da situação de cada paciente e humaniza o tratamento das pessoas com deficiência. Parabenizo os musicoterapeutas pela regulamentação profissional que buscavam há anos. Estamos fazendo justiça a esses profissionais”, afirma Zenaide.

A proposta torna obrigatório o diploma de graduação ou pós-graduação em musicoterapia para a prática da atividade. Os profissionais que comprovarem que já exerciam a atividade por, pelo menos, cinco anos antes da publicação da lei, também estarão autorizados a atuar como musicoterapeuta, mesmo sem o diploma.

Atividades

No parecer aprovado anteriormente pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), o relator, senador Flávio Arns (PSB-PR), esclareceu que o projeto lista como atividades privativas desses profissionais: realizar avaliações musicoterapêuticas, estabelecer o plano de tratamento e aplicar técnicas e métodos musicoterapêuticos.

Arns acrescentou que essa modalidade de terapia já teve a eficácia comprovada cientificamente e é importante em diferentes contextos, como entre pessoas idosas, com deficiência ou hospitalizadas. De acordo com senador, além de a musicoterapia estimular a criatividade, pode melhorar o foco e facilitar o aprendizado em ambientes escolares.

Com voto de Zenaide, Congresso aprova lei que regulamenta a musicoterapia Read More »

Representatividade: relatora, Zenaide dá parecer favorável a leis que criam reserva de cadeiras para mulheres no Legislativo

Atuando politicamente para garantir maior representatividade feminina nos cargos eletivos do Legislativo nos municípios, nos Estados e na esfera federal, a senadora Zenaide Maia (PSD-RN) apresentou parecer favorável a dois projetos de lei que tramitam em conjunto no Senado e criam uma reserva de cadeiras a serem ocupadas por mulheres nas Câmaras de Vereadores, nas Assembleias Legislativas estaduais, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

As propostas estão em análise na Comissão de Direitos Humanos (CDH), onde Zenaide trabalha por consenso dos parlamentares para aprovação da matéria.
“As mulheres representam mais de 50% da população brasileira e há uma sub-representação na política, nos cargos ocupados por meio do voto do povo nas eleições. Sou a favor de uma política pública como ação afirmativa transitória que mantenha uma reserva de cadeiras por determinado prazo de legislaturas, a fim de construirmos uma transição para uma representatividade mais justa e que traga as mulheres para os espaços de poder na política, nos partidos, no comando do país”, afirma Zenaide.

A parlamentar ressalta que também defende a atual cota de ao menos 30% de candidaturas femininas nas legendas, o que considera “um marco basilar” para assegurar que mulheres sejam candidatas a cargos eletivos. “A cota de 30% e a proposta de reserva de cadeiras não inviabilizam uma à outra: são complementares”, frisa Zenaide.
O PL 763/2021 altera o Código Eleitoral para estabelecer a reserva de, ao menos, 30% das cadeiras de deputado federal, deputado estadual, deputado distrital e vereador para mulheres, além de reservar, quando da renovação de dois terços do Senado Federal, uma vaga para candidaturas femininas.

Só na Câmara dos Deputados seriam eleitas a cada eleição pelo menos 154 mulheres (o total da Casa é de 513 cadeiras); no Senado, seriam 27 mulheres eleitas quando da renovação de dois terços (54 cadeiras) da Casa. O texto original propõe a alternância entre os sexos, a partir da candidata mulher mais votada, até que cada um dos sexos tenha ocupado, no mínimo, 30% das vagas. A partir desse percentual, segue-se a ordem de votação independentemente do sexo do candidato.
Já o PL 1333/2021 modifica o Código Eleitoral para reservar, quando da renovação de dois terços do Senado, uma vaga para candidaturas masculinas e outra vaga para candidaturas femininas, devendo os suplentes ser do mesmo sexo que o respectivo candidato.

A Presidência do Senado determinou a tramitação dessas proposições em conjunto, devido à afinidade temática entre elas, despachando-as para análise da CDH e da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), cabendo à última manifestar-se em caráter terminativo (decisão final no Senado, sem precisar ir a voto no plenário principal da Casa, formado por todos os 81 senadores e senadoras).

Ações afirmativas
Como Procuradora Especial da Mulher no Senado e representante do Rio Grande do Norte, Estado de forte protagonismo político feminino que entrou para a História nacional com a primeira prefeita eleita do Brasil (Alzira Soriano) e a primeira eleitora mulher a votar no Brasil (Celina Guimarães), Zenaide salienta que as ações afirmativas como reservas de cadeiras surgem como medidas reparadoras relevantes e necessárias para realocar na condição de cooperadores sociais aqueles que foram historicamente excluídos de participar.
“É exatamente o caso da atuação das mulheres na política. Essa problemática se reflete em várias instâncias associadas ao exercício da cidadania pelas mulheres, incluindo a sub-representação no processo político de defesa de seus direitos e interesses, além de contribuir para a ocorrência de violência política contra aquelas que atuam na vida política, atuação esta que desafia os papéis de gênero que lhes são tradicionalmente atribuídos. Por isso, entre outras medidas, é preciso desnaturalizar a ausência feminina no exercício de direitos político-eleitorais”, defende a senadora.

A esse respeito, ela destaca que, apesar de mais da metade da população brasileira ser feminina (51,8%) e de representarem a maioria do eleitorado (52,65%), considerando os resultados do mais recente pleito eleitoral, as mulheres ocupam apenas 17,7% das cadeiras na Câmara dos Deputados e 14,8% no Senado Federal. Tais índices, ainda que ligeiramente superiores aos registrados nas eleições de 2018, demonstram para Zenaide que a baixa representação feminina no parlamento brasileiro ainda é significativa.

Emenda da relatora
Considerando que o intuito das proposições é aumentar a atual bancada feminina no Parlamento, fomentando a participação de mulheres na política, Zenaide sugeriu emenda para, quando da renovação do Senado Federal por dois terços, prever unicamente a reserva de uma das vagas para candidatas do sexo feminino, sem especificar o destino da outra vaga em jogo na eleição.

Representatividade: relatora, Zenaide dá parecer favorável a leis que criam reserva de cadeiras para mulheres no Legislativo Read More »